http://www.sposito.com.br/


Encontro de Carlos Sposito com Patrick Bauer , o criador da prova.



Carlos Sposito com o campeão de 99.

O Atleta brasileiro Carlos Sposito concedeu a EcoAventura uma entrevista sobre sua participação na Marathon des Sables.


EcoAventura : De onde surgiu a idéia de competir na Marathon des Sables?

Sposito :
A primeira vez que tomei conhecimento da MdS foi em uma pequena nota de pé de página na revista Outdoor Magazine.
A curiosidade imediatamente me levou a navegar no site oficial do evento, estudando minuciosamente toda sua história e seu regulamento.
Em conversas via e-mail com os organizadores confirmei que nunca havia tido um brasileiro competindo em nenhuma das treze edições anteriores. Isto me motivou a ser o primeiro a levar a bandeira brasileira nesta corrida.

EcoAventura :
Qual a sensação de ser o único brasileiro em toda a história da Marathon des Sables?

Sposito :
Saber que eu fui o pioneiro, abrindo caminho para outros brasileiros participarem é uma sensação muito gratificante que supera todas as dificuldades que houveram desde a fase de treinamento até o último dia de corrida.

EcoAventura :
Como foi sua preparação para a competição?

Sposito :
Para estar preparado para esta difícil competição eu me cerquei dos melhores profissionais de cada área. Meu condicionamento físico foi comandado por Lauter Nogueira e Luciana Toscano. O acompanhamento nutricional foi feito por Roberta Ogatta e a fisioterapeuta Fernanda da Matta preocupou-se com meu alongamento e minhas contusões. Minha carga de treinamento chegou a seis horas seguidas de corridas e caminhadas, além de musculação.

EcoAventura :
Quais as principais dificuldades encontradas no deserto do Marrocos?

Sposito : Uma falsa sensação de não se estar com sede é um dos grandes perigos do Sahara. Isto é provocado pela baixa umidade do ar presente na região. Deve-se beber líquidos a intervalos regulares, independente de sede. Outro problema que se encontra em um deserto é a dificuldade de se calcular visualmente as distâncias, impedindo decisões estratégicas. O ar extremamente puro provoca esta ilusão.

EcoAventura :
Qual dica você daria para as pessoas interessadas em participar da corrida?

Sposito :
O principal a se levar em consideração é a logística, mais do que a preparação física. O que levar para comer, para hidratar-se, para esquentar-se deve ser analisado arduamente até as últimas conseqüências. Cada grama de peso que se poupar na mochila valerá um quilo a partir do terceiro dia de corrida.

EcoAventura :
Você tem planos para voltar no próximo ano? Possue em mente novos projetos para o futuro? Quais?

Sposito :
Eu estou preparando um cronograma de atividades para os próximos dois anos. A Marathon des Sables está provisoriamente incluída. Existem fatores que poderão retira-la ou não de meus projetos. Este cronograma será divulgado na hora certa em meu site
http://www.sposito.com.br/.




Outros links:
Marathon Des Sables: O desafio dos limites humanos
Marathon Des Sables




 Volta | Inicio da página | Página principal
Aventura | Bike | Adventure Race | Montanhismo | Voo Livre